E aí, já está pensando no seu app??

Nunca outra invenção tecnológica gerou tantas mudanças de comportamento quanto o smartphone. Hoje estima-se que quase 2 bilhões de pessoas utilizam estes tipos de devices. Só no Brasil, estamos falando a respeito de 40 milhões de usuários.

E o que isto tem a ver com uma empresa pensar estrategicamente em produzir um aplicativo? Tudo!! Vivemos num mundo dinâmico, que se reinventa a cada dia, onde pessoas buscam por comodidades e ferramentas que facilitem o seu cotidiano. Pensem, por exemplo, no Waze, Whatsapp, Aplicativos de bancos…

Iniciado com a popularização dos computadores pessoais e otimizado pela revolução da internet, o uso de novas tecnologias é um caminho sem volta. É óbvio, nos dias atuais, que as soluções digitais estão convergindo para ferramentas mobile.

Desenhadas para clientes ou mesmo para os próprios colaboradores, as possibilidades de apps são infinitas e podem ser pensadas não só para otimizar tempo, mas também para melhorar a experiência entre pessoas e empresas. Num mundo onde tempo é dinheiro, soluções inovadoras podem fazer toda a diferença.

Um exemplo bem interessante vem da Suécia, onde a ferramenta de pagamento Swish nasceu da parceria entre seis bancos. Atualmente, tal app conta com mais de 3 milhões de usuários em um país que tem aproximadamente 9,5 milhões de habitantes. Resultado: a circulação de notas físicas caiu quase 50%.

Nos EUA podemos destacar o caso da rede de cafeteria Starbucks, onde uma em cada cinco transações é feita por meio de seu aplicativo. Com 5 milhões de pedidos ao mês, o número de usuários apresentou um crescimento de 32% desde o ano passado.

O Brasil também já apresenta algumas iniciativas neste sentido. Para enfrentar a crise, o Magazine Luiza está apostando em tecnologia. Com a intenção de aumentar a eficiência no processo de venda, criou dois aplicativos: um destinado aos vendedores e outro, aos clientes.

Sabemos que o desenvolvimento de aplicativos não é tarefa simples pois, além da necessidade de muita pesquisa, estes projetos demandam passar por diversas etapas e, geralmente, apresentam custos elevados. E o principal: a iniciativa deve estar sempre alinhada com as estratégias da empresa.

O que podemos assegurar é que empresas capazes de visualizar o uso de aplicações para impulsionar seus negócios vão, indiscutivelmente, sair na frente! Dúvida? Perguntem-nos como podemos ajudá-los!!

Deixe seu comentário